Prática Profissional

As 50 mulheres dos nossos 18 anos

A Scientific Linguagem – que no dia a dia carinhosamente chamamos de Sci – completou 18 anos em maio de 2016. Entre outras marcas dessa IMG_3486pequena empresa está a participação sempre majoritária e crucial das mulheres – 50 desde 1998. Algumas permanecem conosco. Outras fundaram suas próprias empresas e são agora parceiras de negócios. Outras seguiram rumos inesperados. Muitas se formaram, entraram no mercado de trabalho, algumas casaram, outras tiveram filhos, outras mudaram de cidade. Cada uma teve conosco uma experiência diferente, fácil ou difícil, criativa, produtiva e normalmente intensa. Em todos os casos, deixaram na casa ingredientes que utilizamos no nosso laboratório cotidiano de fazer empresa, de pensar o bom e o ruim dessa parte tão importante da vida que é o nosso trabalho. Neste ano complicado, nesse mundo com fronteiras em mudança, aquele abraço a todas elas.

Go do good things!

Aline C, Aline T, Amanda, Ana Paula, Ana Rachel, Ana Rita, Andréa, Carolina, Christine, Claudia, Denise, Edna, Elisangela, Evelyn, Fabiana, Fabiane, Fernanda, Flávia, Francine, Gabriela, Graça, Graziela, Janisa, Juliana, Karin, Larissa, Laura, Letícia, Lídia, Luciene, Luisa, Mariana B, Mariana K, Maristela, Mauni, Miriam, Nara, Natália, Patricia F, Patricia, Pietra, Regina, Renata, Susanne, Solange, Thays, Veridiana, Viviane F, Viviane P, Weibke <3

Bookmark and Share

por no dia 26 de maio, 2016      nenhum comentário

A tradução que é o original: os artigos científicos

Um fato bastante óbvio sobre os artigos científicos, mas que passa, muitas vezes, despercebido, é que os textos de origem enviados para tradução normalmente desaparecem do mundo e são substituídos por suas traduções, que se tornam o texto original. Por conta disso, acreditamos que os tradutores têm um papel importante em ajudar o autor a produzir um excelente texto. Para tanto, devem posicionar-se como escritores/editores – tornar o texto claro e legível, apontar lacunas de informação, melhorar a coesão e a coerência e evitar plágio não intencional, que pode ocorrer quando o autor, ao montar o artigo, “copia em português” trechos do artigo que está citando.  traduimage

Para que essa empreitada tenha sucesso, autores e tradutores precisam trabalhar em equipe. Normalmente, a produção bem-sucedida de um artigo científico precisa de mais de uma rodada de elaboração. O tradutor/editor trabalha no texto, envia essa versão ao autor com dúvidas e comentários e revisa o texto novamente ao menos uma vez para finalização.

Entre as contribuições que os autores podem fazer para esse processo estão:

  • Negocie com o tradutor um cronograma que contemple o tempo necessário para um bom trabalho de texto. Traduzir é uma tarefa cognitivamente exigente; a tradução de 2.500 palavras não deve ser feita de um dia para o outro. Além disso, essa primeira tradução precisará ser revisada e editada antes de chegar ao autor.
  • Envie ao tradutor os principais artigos que você citou. Muitos tradutores (talvez a maioria deles) não têm acesso a revistas pagas e a consulta a esses textos é fundamental para a produção textual. O envio dos artigos citados também reduzirá bastante o tempo de pesquisa e pode melhorar o prazo de finalização.
  • Produza um texto claro para fins de tradução – se você não é um escritor de mão cheia, expressar claramente o objetivo do artigo e escrever frases curtas, em ordem direta, já ajuda muito e pode economizar tempo. Concentrar-se em escrever claramente o objetivo do artigo permite que o tradutor/editor consiga sugerir alternativas corretas para o título e as conclusões (por exemplo) e consiga perceber pontos do texto que são inconsistentes com o que trabalho se propõe a fazer.
  •  Tenha clareza sobre as limitações do trabalho e comunique isso ao tradutor/editor.
  • Considere a possibilidade de reconhecer o trabalho do tradutor/editor na seção de “Acknowledgements”. Muitos autores preferem não fazer isso, mesmo quando uma revista pede que seja feito. Entretanto, não há demérito em obter ajuda profissional para a produção de um texto eficiente. Falar uma língua é bastante diferente de escrever essa língua – e escrever em uma língua não resulta automaticamente em proficiência na escrita de variedades técnicas daquela língua.

 

As contribuições dos tradutores incluem:

  • Dedique-se a estudar o formato e a estrutura dos artigos científicos, um gênero no qual a forma também tem significado – a ausência de determinados marcadores no lugar certo, como a ausência do objetivo no final da introdução, pode desqualificar o artigo mesmo que o trabalho tenha mérito científico. Os pareceristas não vão desperdiçar tempo procurando no texto informações que estejam fora de lugar.
  • Não tente fazer sentido de frases que não têm sentido. É melhor dizer ao autor “não entendi” ou perguntar se “é isso mesmo que vocês querem dizer”.  Mesmo que você não seja especialista na área do autor, o fluxo de ideias em um artigo (normalmente) é acessível para leitores proficientes que sejam capazes de compreender as relações entre elementos linguísticos dentro da frase, entre as frases e entre partes diferentes do texto.

 

Embora esses passos impliquem maior dedicação de tempo antes da submissão, costumam resultar em economia de tempo mais tarde, quando os pareceres retornam – e podem, inclusive, evitar a recusa do artigo por razões que não sejam nem de mérito científico, nem de tradução, mas sim, simplesmente, de falta de diálogo e organização.

Produção texto & imagem: ACBG

Bookmark and Share

por no dia 6 de fevereiro, 2016      1 comentário

Na Scientific, hoje também é Dia do Médico.

Todos os dias, temos o privilégio de trabalhar junto com os médicos na produção de conhecimento – uma colaboração que faz aumentar a cada ano a nossa admiração e respeito por esses incríveis profissionais.

Por isso, médicos, 365 vezes: parabéns!

Heart

Bookmark and Share

por no dia 18 de outubro, 2015      nenhum comentário

Só assine embaixo de um texto tão profissional quanto o seu trabalho: o texto do tradutor.

Assine em baixo

Bookmark and Share

por no dia 11 de outubro, 2015      nenhum comentário